Não seria justo associar o nome Mondrian somente aos retângulos de cores primárias, delimitados por grossas linhas pretas. Por isso, a exposição Mondrian e o movimento De Stijl, no Centro Cultural Banco do Brasil, em São Paulo, é fundamental para quem tiver interesse em conhecer outras facetas do artista.O holandês Piet Mondrian (1872-1944) iniciou sua trajetória em 1892, quando ingressou na Academia Real de Artes Visuais de Amsterdã. Mas foi somente em 1921 que ele concebeu sua obra mais famosa, a Composição com grande plano vermelho, amarelo, preto, cinza e azul. Antes dessa fase, Mondrian mergulhou nas características da pintura holandesa do século XIX, produzindo paisagens carregadas de cores escuras e até mesmo sombrias. Somente aos poucos, ele foi se aproximando dos outros movimentos artísticos, que fervilhavam no restante da Europa.

exposicao-mondrian-ccbbs-09

Organizada pela Art Unlimited, a exposição reúne cerca de 70 obras, sendo 30 de Mondrian, e uma seleção de diversas manifestações do movimento De Stijl. Em 2016, a mostra será apresentada em quatro capitais, nas unidades do Centro Cultural Banco do Brasil, começando por São Paulo. Grande parte das obras veio do Museu Municipal de Haia, na Holanda, que detém a maior coleção do mundo de obras de Mondrian.

Mondrian e o movimento De Stijl
Data: a partir de 25 de janeiro
Endereço: CCBB São Paulo – Rua Álvares Penteado, 112 – Centro, São Paulo, de quarta a segunda, das 9 às 21 horas
Contato: tel. (11) 3113-3651/3652

Anúncios